Dra. Francis Paciornik Zorzetto - Neurologia Integrada

Dra. Francis Paciornik Zorzetto - Neurologia Integrada

Bio

A Doutora

Sempre fui apaixonada pela profunda ligação entre o corpo e a mente, além do enorme potencial de transformação e superação que podemos encontrar quando mergulhamos nesse nosso mundo interno. O momento é fantástico para falar sobre isso, com a Neurociência explodindo em descobertas a respeito da verdadeira natureza e a real capacidade do cérebro. Cada vez mais a ciência converge com as sabedorias milenares, com estudos sobre longevidade e bem-estar. Agora se fala sobre o poder da alimentação, do jejum e da meditação. Mais do que falar sobre doenças, se tornou possível falar sobre mudança de vida.

Tentando entender um pouco mais desse mundo misterioso, depois de me graduar em medicina, fiz a formação em Neurologia e mais tarde, a de Neurofisiologia. Mas na prática clínica comecei a me surpreender com a grande importância das questões emocionais no tratamento dos meus pacientes. Os tratamentos convencionais pareciam trabalhar somente uma parte do problema. Um certo desequilíbrio, muito mais profundo, permanecia.

Na procura de respostas, não só para os meus pacientes, mas também para mim, mergulhei no autodidatismo. Depois de alguns anos, me deparei com a Psicologia Junguiana ou Profunda. Encontrei nela uma conexão impressionante com as novas descobertas da neurociência e decidi “adotá-la” como minha forma de trabalhar. Comecei a perceber que o trabalho de reestabelecer a comunicação com o nosso inconsciente vai além de permitir que a energia emocional volte a fluir, aliviando os sintomas. O processo parece “preencher” algo que nos falta, nos tornando vivos. Hoje prefiro dizer que o “caminho terapêutico”, que passou a ser minha forma preferida de trabalhar, tem menos a ver com a solução de um problema e mais como uma jornada de transformação.


A Mulher

Minha relação com o mundo interior começou, é claro, com o meu próprio. Surda profunda de nascença, recebi um enorme incentivo desde cedo na busca pela superação dos meus limites. Desconectada do mundo externo, procurava no meu interior formas de compreender o que estava à minha volta. Os desafios levavam minha família e eu a uma busca constante por saídas criativas. E fui me dando conta que é assim que as nossas redes internas funcionam: são naturalmente flexíveis. Isso ficou ainda mais claro quando fiz o implante coclear em 2007 (quando já estava na metade da faculdade) e tive que aprender a ouvir os sons pela primeira vez. Conforme o meu aprendizado crescia, os sons também mudavam. Carrego comigo desde então uma profunda convicção na capacidade de transformação praticamente inesgotável que trazemos em nosso interior.

 

 

Os Deuses da nossa vida

Os antigos sabiam o que faziam. Perceberam as forças do inconsciente que influenciavam nossas vidas, e as chamaram de Deuses. Se essa influência é para o bem ou para o mal, depende do nosso grau de consciência. E nós os servimos, sabendo disso ou não. As clínicas de cirurgia plástica…

Continue lendo

E se eu dissesse para vocês que existe um nutriente que, nas quantidades adequadas, é capaz de aumentar até 30% da perfomance cerebral?? Ah, e que ainda ativa o sistema neuro-imunológico, combatendo doenças e retardando o envelhecimento?!? ???? Muitos uaus, né?? # Aliás, o cérebro precisa TANTO desse nutriente, que se a…

Continue lendo

O que seu cérebro come?

Pessoal, tenho um pedido pra vocês: deletem esse monte de informações soltas por aí sobre cérebro e comida. Para organizar isso aí, vamos começar do começo. Mas beem do começo. Na verdade, vamos embarcar numa viagem ao passado, e voltar milhões e milhões de anos. Estamos agora no Norte da…

Continue lendo